Serralves e Universidade Católica promovem Ciclo de Conversas “Alimentar uma causa” 331

Janeiro marca o início do Ciclo de Conversas “Alimentar uma causa”, uma iniciativa da Fundação de Serralves, que conta com a parceria científica da Universidade Católica Portuguesa do Porto.

Até dezembro, vão decorrer 11 sessões proferidas por docentes e investigadores da Universidade Católica Portuguesa no Porto de áreas que vão da psicologia à biotecnologia, passando pelo direito e pela gestão, e que terão como tema central a alimentação. A primeira Conversa é já no dia 29 de janeiro, às 11 horas, com Patrícia Oliveira e Silva, diretora do Human Neurobehavioral Laboratory (HNL) e vice-diretora da Faculdade de Educação e Psicologia da Católica no Porto. O tema será “Como as emoções são influenciadas pelo que comemos”.

A alimentação, vista de diferentes ângulos, é a protagonista deste ciclo de conversas e, em cada sessão, um tema diferente será explorado sob a perspetiva de áreas de conhecimento como a neurologia, a economia, a sustentabilidade, o justiça, a saúde, entre muitas outras. O objetivo é permitir um caminho de reflexão em torno de uma área, “que sensibilize para temas da atualidade e que promova uma visão integrada da alimentação e de como esta afeta não só o nosso corpo, mas também a nossa sociedade”, lê-se em comunicado.

Para Célia Manaia, vice-presidente da Universidade Católica Portuguesa no Porto, este ciclo de conversas “traz um olhar panorâmico e interdisciplinar sobre o tema alimentação, indo do bem-estar ao prazer e da inovação tecnológica à sustentabilidade ambiental e social.” “Através de um único tema, criar-se-ão pontes e sinergias que realçam a importância da alimentação na sociedade, desde o impacto no nosso organismo a todas as atividades que lhes estão associadas, designadamente no desenvolvimento económico, ou na geração de emprego”, acrescenta.

O Ciclo de Conversas “Alimentar uma causa” vai contemplar a realização de 11 sessões, distribuídas por 11 domingos ao longo do ano. Nestas sessões vão ser abordados os temas: “Como as emoções são influenciadas pelo que comemos”; “O vinho é uma coisa simples, ou talvez não”; “Leguminosas sem fronteiras: sustentabilidade e resiliência em tempos de crise”; “Funcionalização dos alimentos e saúde”; “Os cidadãos e o desperdício alimentar: perspetiva jurídica”; “Tendências e escolhas dos consumidores”; “Alimentação, Nutrição e Bem-estar!”; “Economias, agriculturas e segurança alimentar”; “Vírus e bactérias (também) tornam alimentos seguros!”; “O poder de uma embalagem! Mitos e factos”; “Inovação na sustentabilidade e regeneração”. As sessões são de entrada livre, mas requerem inscrição prévia.

WordPress Ads
Envie este conteúdo a outra pessoa