Saúde é o setor mais otimista 238

De acordo com um estudo da Accenture, denominado por “Bold Moves in Tough Times”, 66% dos líderes empresariais em todo o mundo mostram-se otimistas e acreditam na rápida recuperação do mercado europeu face à crise económica causada pela pandemia da covid-19, sendo o setor da saúde o mais otimista.

O estudo revela ainda nos próximos 12 meses, três em cada 10 entrevistados (29%) esperam que a recuperação da Europa seja bastante rápida, enquanto 37% dos inquiridos preveem que seja mais lenta mas constante.

O setor mais otimista é o da Saúde, com 34% dos líderes empresariais a esperar um aumento da procura na Europa como resultado da pandemia. O segundo setor mais positivo é o de comunicações, media e entretenimento, com 52% dos entrevistados a prever uma recuperação nos seus mercados europeus, uma perspetiva partilhada por 47% dos inquiridos do setor dos seguros. Já no outro extremo estão os setores automóvel e da aviação, turismo e transporte, com apenas 7% e 12% dos entrevistados, respetivamente, a esperar uma recuperação célere da economia europeia.

Este estudo mostra ainda que os inquiridos esperam uma recuperação mais rápida das economias alemã, nórdica e britânica, seguidas pela França, Espanha e Itália. Em relação à competitividade da Europa, quatro em cada 10 entrevistados (39%) acreditam que as empresas europeias serão mais competitivas em relação aos EUA, e 43% em relação aos chineses.

Este estudo foi feito a quase 500 executivos de nível C na Europa, América do Norte e Ásia-Pacífico, provenientes de 15 setores, da Austrália, Áustria, Bélgica, Canadá, China, França, Alemanha, Itália, Japão, Luxemburgo, Holanda, Espanha, Suíça, Reino Unido e Estados Unidos.

Envie este conteúdo a outra pessoa