Prémios VS: Conheça os finalistas na categoria de Nutrição Comunitária e Saúde Pública 544

Falta pouco mais de duas semanas para a 2.ª edição dos Prémios VIVER SAUDÁVEL. Em antecipação da gala da Nutrição, importa destacar os projetos finalistas, relativos às três novas categorias da cerimónia: Alimentação Coletiva e Restauração, Nutrição Clínica e Nutrição Comunitária e Saúde Pública.

Numa série de três artigos sobre cada uma das categorias, o segundo destaque vai para a Nutrição Comunitária e Saúde Pública, onde se encontram dois projetos finalistas: Focaccia e Veggies4myHeart.

Promovido pelo Instituto de Saúde Pública da Universidade do Porto (ISPUP/UP) – Unidade de Investigação Epidemiológica (EPIUnit), com responsabilidade afeta a Carla Lopes(CP 0005N), o primeiro projeto trata a “exposição a aditivos alimentares e a contaminantes resultantes do processamento e embalagem de alimentos: definir padrões e os seus efeitos na adiposidade e na função cognitiva da infância à adolescência”.

Assim, o Focaccia é desenvolvido por uma equipa multidisciplinar que interliga as áreas da nutrição, toxicologia alimentar, psicologia e matemática, “tendo como principal missão o suporte ao planeamento de políticas públicas que visem diminuir a exposição a agentes químicos adversos nos alimentos, permitindo implementar ações de gestão do risco devidamente sustentadas em evidência científica, com o fim último de garantir a saúde populacional”. O projeto permitiu, lê-se na sua candidatura, reforçar metodologias e evidência científica.

Procura “descrever a exposição e avaliar o risco a xenobióticos alimentares, resultantes do processamento e embalagem de alimentos, na população portuguesa”; “desenvolver modelos estatísticos preditivos para melhor estimar a exposição a xenobióticos alimentares, usando adicionalmente biomarcadores de exposição em amostras biológicas de urina”; “Avaliar a influência destes aditivos e contaminantes alimentares, bem como de padrões de consumo potencialmente com maior nível destes compostos, na adiposidade, na saúde cardiometabólica e na função cognitiva, da infância à adolescência, usando uma abordagem longitudinal”.

É ainda explicado que “parte dos objetivos do projeto foram respondidos com base em dados recolhidos no âmbito do Inquérito Nacional de Alimentação, Nutrição e Atividade Física à população geral portuguesa (IAN-AF 2015-2016)”, que avaliou uma amostra representativa de 5819 participantes (com duas entrevistas completas) com idades compreendidas entre os 3 meses e os 84 anos.

O segundo projeto, Veggies4myHeart, é promovido pela ciTechcare – Centro de Inovação em Tecnologias e Cuidados de Saúde do Politécnico de Leiria, através de Cátia Pontes (CP 1794N).

O jogo digital Veggies4myHeart (que já chegou à PlayStore e AppStore) “contou com a participação de docentes e estudantes das licenciaturas em Dietética e Nutrição, Jogos Digitais e Multimédia, do Politécnico de Leiria”. Para além deste instrumento educativo, “criou-se ainda uma história infantil e uma caderneta de autocolantes com as mesmas personagens do jogo digital”, lê-se na candidatura enviada ao júri dos Prémios VS.

O projeto Veggies4myHeart surge “na sequência da necessidade de promover o consumo de hortícolas em idades precoces e da necessidade de criar materiais pedagógicos que apoiem a educação alimentar em idade pré-escolar, dada a escassez de recursos validados e criados por Nutricionistas”. Assim, a sua missão “consiste em criar e validar materiais pedagógicos adequados à educação alimentar em idade pré-escolar, bem como, promover o consumo de hortícolas e a literacia alimentar nesta faixa etária“.

O projeto Veggies4myHeart “baseia-se na utilização de materiais pedagógicos criados por Nutricionistas especificamente para este projeto, na exposição repetida e na exploração sensorial dos hortícolas, como metodologia para promover o consumo de hortícolas em idade pré-escolar”. A sua intervenção consiste em 5 sessões educativas de 20 minutos (uma vez por semana durante 5 semanas)”.

Os grandes vencedores dos Prémios VIVER SAUDÁVEL 2022 serão conhecidos na noite de 25 de novembro, no Casino de Espinho, durante a gala de entrega dos Prémios VIVER SAUDÁVEL 2022. Uma noite de convívio, networking e celebração aberta a todos os nutricionistas.

Reserve AQUI o seu lugar

Os PRÉMIOS VIVER SAUDÁVEL 2022 são uma iniciativa da revista VIVER SAUDÁVEL, que conta com o patrocínio da FRESENIUS KABI e o apoio da Associação Portuguesa de Nutrição (APN), Associação Portuguesa de Nutrição Entérica e Parentérica (APNEP) da Federação das Indústrias Portuguesas Agro-alimentares (FIPA) e da Associação Nacional de Estudantes de Nutrição (ANEN). A revista FARMÁCIA DISTRIBUIÇÃO, o portal VIVER SAUDÁVEL e a e-newsletter VSnews são os media partners deste evento.

Prémios VS: Conheça os finalistas na categoria de Nutrição Clínica

WordPress Ads
Envie este conteúdo a outra pessoa