EIT Health distingue inovações portuguesas 368

A EIT Health lançou recentemente uma Innovation Call com o objetivo de impulsionar o desenvolvimento do ecossistema inovador europeu. De entre as candidaturas recebidas, foram selecionados 12 projetos, dois dos quais da Universidade do Porto, ADHERENCE e Libra que pretendem dar resposta à hipertensão arterial e à obesidade, e um terceiro da Escola Superior de Enfermagem do Porto, denominado por FRADE.

O ADHERENCE está a ser desenvolvido pela MEDIDA (spin-off Universidade do Porto) e pelo CINTESIS, e pretende criar uma app de apoio ao tratamento da hipertensão e que poderá ser instalada no smartphone do paciente. A aplicação pretende captar pela câmara fotográfica os valores de pressão arterial, e a partir desses dados regista o esquema de tratamento e emite alertas para que o utilizador tome a medicação e meça regularmente a pressão arterial.

O LIBRA, desenvolvido pela Promptly (spin-off da Universidade do Porto e pela Proef), e por investigadores da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto, do CINTESIS e do Centro Hospitalar Universitário de São João, desenvolveu uma plataforma digital que faz o acompanhamento profissional remoto e sem interrupções, assim como chats, fóruns de discussão, sugestão de utilizadores com os mesmos interesses, ou partilha de metas e objetivos terapêuticos.

A EIT Health distiguiu ainda o projeto desenvolvido pela Fraunhofer Portugal e pela Escola Superior de Enfermagem do Porto, o projeto FRADE, que visa desenvolver e testar uma plataforma tecnológica para deteção de quedas e prevenção dos riscos das mesmas, principalmente junto de idosos.

Os projetos vão receber até 75 mil euros de financiamento, assim como o apoio constante do EIT Health Hub Universidade do Porto durante a implementação dos projetos.

Envie este conteúdo a outra pessoa