Dieta de frutas e vegetais está associada a menos stress 399

Um estudo, realizado pela Universidade Edith Cowan (ECU), na Austrália, indica que a ingestão de uma dieta rica em frutas e vegetais está associado a menos stress.

O trabalho, denominado por “Eating more fruit and vegetables linked to less stress, study finds”, é da autoria de Simone Radavelli-Bagatini, Lauren Blekkenhorst, Marc Sim, Richard Prince, Nicola Bondonno, Catherine Bondonno, Richard Woodman, Reindolf Anokye, James Dimmock, Ben Jackson, Leesa Costello, Amanda Devine, Mandy Stanley, Joanne Dickson, Dianna Magliano, Jonathan Shaw, Robin Daly, Jonathan Hodgson e Joshua Lewis.

Este estudo analisou 8.600 australianos, com idades entre os 25 e os 91 anos, participantes do Estudo Australiano de Diabetes, Obesidade e Estilo de Vida (AusDiab) do Baker Heart and Diabetes Institute.

Verificou-se que as pessoas que comiam pelo menos 470 gramas de frutas e vegetais diariamente tinham níveis de stress 10% menores do que aquelas que consumiam menos de 230 gramas. A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda comer pelo menos 400 gramas de frutas e vegetais por dia.

Os Legumes e as frutas contêm nutrientes importantes, como vitaminas, minerais, flavonóides e carotenóides, que podem reduzir a inflamação e o stress oxidativo e, portanto, melhorar o bem-estar mental.

A pesquisa indica ainda que algum stress é considerado normal, mas a exposição a longo prazo pode afetar significativamente a saúde mental, e levar a uma série de problemas de saúde, incluindo doenças cardíacas, diabetes, depressão e ansiedade.

As descobertas do estudo mostram que é importante que as pessoas tenham uma dieta rica em frutas e vegetais para minimizar o stress.

Os investigadores indicam que estes resultados incentivam a mais pesquisas sobre dieta e, especificamente, quais frutas e vegetais fornecem mais benefícios para a saúde mental.

Pode consultar o estudo aqui.

Envie este conteúdo a outra pessoa