Défice de Vitamina D na População Portuguesa 0 148

A vitamina D desempenha um papel fisiológico primário na manutenção dos níveis de iões de cálcio extracelulares no corpo humano, desempenhado, por isso, um papel fundamental na saúde óssea. Hoje em dia estão também provados os seus efeitos benéficos como modulador importante da resposta imune à infeção, na ação anti-bacteriana, proteção contra doenças auto-imunes, doenças cardiovasculares, entre outras.
Segundo alguns estudos publicados em Portugal, a maioria dos portugueses regista valores de vitamina D abaixo dos mínimos, situação que se associa a uma alimentação pouco cuidada, mas principalmente a uma reduzida e adequada exposição solar.

Com este estudo, pretende-se reunir alguns estudos no sentido de clarificar se a população portuguesa apresenta, de facto, uma carência generalizada de vitamina D. A especificidade dos estudos que focam este tema, alguma falta de orientação por parte das entidades de saúde e o alarmismo gerado nos últimos anos, justificam uma maior investigação desta temática.

O que nos parece relevante reter é a indiscutível importância da vitamina D na saúde humana, em particular na saúde óssea e muscular. Para assegurar os níveis suficientes de vitamina D, é fundamental que se incentive a adoção de hábitos alimentares saudáveis e de estilos de vida adequados, incluindo o consumo de alimentos fonte de vitamina D (ex. peixes marinhos) e a prática de atividades ao ar livre associada à exposição solar segura, particularmente em populações mais sensíveis como as crianças e os idosos.

Leia o estudo na íntegra aqui.

Roquette, A.(1) e Fonseca, F.(2)
(1) G.O.Clinic- Lisboa- agataroquette@gmail.com
(2) G.O.Clinic- Lisboa- fedorasalgueiro@gmail.com

Envie este conteúdo a outra pessoa