DAN realizou estágio de Ciência Viva no Porto 178

11 de agosto de 2016

Uma oportunidade de aproximação dos estudantes do ensino secundário à realidade da investigação científica e tecnológica. É este o grande objetivo do estágio, facultado pelo Departamento de Alimentação e Nutrição (DAN) do Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA), no Porto, a dois alunos do 10º ano, e que está integrado no programa “Ciência Viva no Laboratório – Ocupação Científica de Jovens nas Férias (OCJF)”.

 

De acordo com o site do INSA, o estágio teve como principal objetivo proporcionar uma experiência, no âmbito da investigação laboratorial na área da microbiologia alimentar, através de uma abordagem teórico-prática e incentivar os jovens a ter um espírito crítico sobre como promover uma alimentação segura. Após uma apresentação sobre Higiene na manipulação de alimentos e noções básicas de Segurança Alimentar, os alunos puderam contactar com os princípios de Segurança e de Boas Práticas utilizadas num laboratório de microbiologia bem como com procedimentos de colheita de amostras de géneros alimentícios e de superfícies de áreas de produção alimentar e com metodologias fenotípicas e genotípicas de pesquisa e quantificação de microrganismos utilizados como indicadores de higiene, de alteração e de segurança alimentar.

 

O programa OCJF decorre todos os anos e existe desde 1997 para proporcionar aos estudantes do ensino secundário uma oportunidade de aproximação à realidade da investigação científica e tecnológica. Esta iniciativa é promovida pela Agência Nacional para a Cultura Científica e Tecnológica e já envolveu mais de 11 mil alunos.

Envie este conteúdo a outra pessoa