Covid-19: Portugal é o 2º pior no top 10 de novos casos 377

Os números de casos de covid-19 registados na última semana colocam Portugal com o segundo pior rácio de novas infeções entre os 10 países europeus com mais contágios.

Os dados foram divulgados pela Lusa, basedos nos números das respetivas fontes oficiais nacionais e do Centro Europeu de Controlo de Doenças (CECD) para o período entre 14 e 20 de junho.

Durante este período, Portugal reportou um total de 2.378 novos casos, abaixo dos valores do Reino Unido (8.823), Suécia (6.359), França (3.280), e Alemanha (3.113). Já no que concerne ao número de casos novos, Portugal bateu os registos de países fortemente afetados pela pandemia, tal como a Espanha (2.333), a Itália (2.026), a Bélgica (632) e os Países Baixos (906).

Portugal evidenciou um rácio de 23,2 novos casos por cada 100 mil habitantes nos últimos sete dias, um número apenas superado pelos 62,47 verificados na Suécia. Estes números estão acima do limite de 20 novos casos por 100 mil habitantes, adotado por alguns países e que ditou restrições ou proibições impostas na entrada de cidadãos destes dois países.

Entre os países europeus que estão a condicionar ou mesmo proibir a entrada de portugueses figuram Áustria, Bulgária, Chipre, Dinamarca, Eslováquia, Estónia, Grécia, Letónia, Lituânia e República Checa.

Com 38.841 casos confirmados até sábado, Portugal é o nono país europeu, num Top-10 liderado pelo Reino Unido (303.110) e encerrado com a Polónia (31.620).

A incidência da covid-19 em cada 100 mil habitantes da população portuguesa é agora de 378,94, inferior à Suécia (550,52), Bélgica (530,21), Irlanda (523,18), Espanha (519,73), Reino Unido (456,28) e Itália (394,82).

No que respeita a óbitos, Portugal soma até agora 1.528, o que o torna o décimo a nível europeu (sem incluir a Rússia), após Reino Unido (42.589), Itália (34.610), França (29.633), Espanha (28.322), Bélgica (9.696), Alemanha (8.883), Holanda (6.089), Suécia (5.053) e Irlanda (1.715).

Entre 14 e 20 de junho, Portugal somou um total de 16 mortes, registo que só é batido pela Irlanda, que notificou 15 mortes. No extremo oposto surge o Reino Unido, com 927 óbitos, e a Espanha que confirmou 234 mortos, mas fez uma atualização de mais de mil vítimas sobre o total.

Segundo o site Our World in Data, da Universidade de Oxford, Portugal é o que mais testes fez esta semana, com cerca de 100 testes efetuados por cada 1.000 habitantes.

Envie este conteúdo a outra pessoa