CNA2019: O Valor da nutrição na inclusão social 0 357

O Valor da Nutrição foi o mote para o XVIII Congresso de Nutrição e Alimentação que decorreu nos dias 16 e 17 de maio, no Centro de Congressos da Alfândega, no Porto. Neste âmbito, falou-se de problemas e soluções na alimentação e nutrição da população com deficiência(s).

Maria Antónia Campos, da Associação do Porto de Paralisia Cerebral (APPC), enumerou algumas das dificuldades da alimentação das pessoas com deficiência e falou da necessidade de um acompanhamento nutricional e alimentar personalizado, destacando a importância do papel do nutricionista em IPSS, lares e outras instituições.

Maria Antónia Campos lançou o desafio: «Tem de haver mais nutricionistas a trabalhar com pessoas com deficiência». Defendendo que todos têm direito à vida e à qualidade de vida, a nutricionista concluiu que «não podemos marginalizar aqueles que têm mais dificuldades».

Durante a Conferência “O Valor da Nutrição na Inclusão Social”, as nutricionistas estagiárias da APPC, Bárbara Teixeira, Beatriz Araújo e Daniela Sousa, apresentaram o projeto “Alimentação na(s) Deficiência(s)”. Um trabalho pioneiro em Portugal e fundamental no sentido da inclusão, já que são vários os problemas que condicionam o acesso à alimentação que, por sua vez, condicionam o estado nutricional da pessoa com deficiência. «Cada deficiência tem problemas específicos. Não podemos tratar a deficiência como sendo uma só e com um único problema», concluiu Bárbara Teixeira.

Envie este conteúdo a outra pessoa