“Ano Novo, Vida Nova”. Não deixe para o próximo ano o que pode começar a fazer hoje pela sua coluna! 379

O mês de janeiro está a chegar ao fim e se ainda não começou a colocar em prática as resoluções de Ano Novo hoje é um bom dia para o fazer. A campanha “Olhe pelas Suas Costas” incentiva-o a não deixar para o próximo ano os cuidados a ter com a sua saúde e partilha seis conselhos a seguir “à risca” para prevenir lesões na coluna.

“As dores nas costas afetam cerca de 7 milhões de portugueses em algum momento da sua vida, sendo o perigo de lesão na coluna uma das situações mais comuns resultantes de comportamentos que adotamos diariamente, como a utilização do telemóvel e o transporte de peso excessivo. Como tal, é fundamental adotar algumas medidas preventivas para evitar consequências mais graves para a coluna”, alerta Bruno Santiago, neurocirurgião e coordenador da campanha “Olhe pelas suas Costas”

Para não perder mais tempo, caso não tenha definido quais os cuidados a ter com a saúde da sua coluna, a campanha “Olhe pelas Suas Costas” partilha seis dicas fundamentais sobre quais as atitudes preventivas e posturas corretas que devem ser adotadas nos vários momentos do nosso dia-a-dia:
• Não é confortável? Não utilize! Os sapatos de salto alto conferem maior elegância à postura, mas podem ser prejudiciais para a sua coluna. É fundamental a escolha de um calçado confortável, evitando os saltos altos, de forma a prevenir as dores nas costas. Não se esqueça de que a curvatura das costas, que é aumentada com o uso de sapatos de salto alto, tende, com o tempo, a provocar lombalgias;
• O desporto faz bem ao corpo e à mente! Praticar exercício físico regular, mesmo que seja apenas por curtos períodos de tempo, e manter o peso controlado são duas ações que fundamentais para prevenir lesões na coluna. Além disso, mesmo durante o período de confinamento, a prática de exercícios de relaxamento pode evitar situações de stress;
• Não tenha receio de contactar o seu médico! Não desvalorize as dores nas costas persistentes, vá a consultas de rotina. Afinal, uma pequena dor nas costas pode parecer não ter importância, mas quando não cede em 2 a 4 semanas, deve ser avaliada por um médico . Além disso, se tiver dúvidas sobre que hábitos estão a prejudicar a saúde da sua coluna ou quiser saber quais são os exercícios mais adequados para o seu caso, deve pedir sempre aconselhamento a um profissional de saúde.
• Há tempo para tudo! Faça pequenas pausas durante o período de trabalho e não fique muito tempo na mesma posição. A dica adequa-se tanto a pessoas que passam demasiado tempo em pé como a pessoas que passam o dia sentadas em frente a um computador. Ficar muito tempo na mesma posição pode tornar a coluna mais rígida, aumentando a tensão muscular e, consequentemente, as dores nas costas;
• É sempre uma boa altura para deixar de fumar. A nicotina restringe o fluxo de sangue para os discos (que amortecem as vértebras) e aumentam a taxa de alteração degenerativa. O tabaco é uma das causas do desgaste da coluna vertebral, uma condição que propicia o aparecimento de hérnias discais e dores nas costas. Contudo, a grande maioria da população portuguesa desconhece estes factos.

Bruno Santiago reforça ainda que “é importante aproveitar esta altura de confinamento para fazer algo de positivo pelas suas costas. O que pode começar como uma pequena dor quase impercetível poderá tornar-se numa dor crónica. Como tal, todos os cuidados são poucos para prevenir um desfecho mais grave. A postura correcta, o controlo do peso e os exercícios de fortalecimento muscular são essencias”.

Envie este conteúdo a outra pessoa