Alexandra Bento em desacordo com Rui Rio sobre suplementos alimentares 1213

Após Rui Rio, presidente do PSD, ter vindo a público tecer alguns comentários sobre a necessidade dos portugueses consumirem suplementos alimentares, a bastonária da Ordem dos Nutricionistas (ON), Alexandra Bento, em declarações ao Diário de Noticias, mostrou o seu desacordo.

Enquanto que Rui Rio considera que é essencial que os portugueses tomem suplementos alimentares para se protegerem do covid-19, a bastonária da ON indica não haver evidência científica de que esses suplementos sejam necessários para esta doença em específico.

“Não há nenhuma evidência científica ou recomendação de alguma autoridade científica, como por exemplo a OMS – Organização Mundial de Saúde, para a toma de suplementos alimentares neste momento em concreto. O que há é um reforço do habitual apelo da OMS para que as pessoas façam uma alimentação saudável, que providencie todos os nutrientes necessários”, esclarece Alexandra Bento.

Alexandra Bento não concorda com Rui Rio, “Devemos adotar medidas políticas baseadas em evidências médicas e, neste momento, não há qualquer evidência de que os suplementos são especialmente necessários”, diz. “Poderemos vir a considerar baixar o IVA dos suplementos alimentares ou de outros produtos, mas não com este fundamento.”

A bastonária da ON ainda acrescenta que “é verdade, que a alimentação equilibrada é fundamental para assegurar o adequado funcionamento do sistema imunitário” mas a medida é “contraproducente e perigosa”, pois pode incentivar as pessoas a comprar estes produtos sem qualquer recomendação.

“Claro que algumas pessoas poderão pensar que seria bom tomar suplementos de vitaminas e minerais, para reforçar o seu sistema imunitário. Mas só o deverão fazer se o médico ou o nutricionista o receitar”, explica Alexandra Bento.

E por falar em alimentação, a bastonária questiona se “não seria melhor reforçar o consumo de hortaliças e frutas? Não seria melhor aproveitar este período para prestar mais atenção àquilo que comemos e para tentarmos melhorar os nossos hábitos alimentares?”.

Sobre este assunto, Alexandra Bento apela ao consumo de produtos frescos, se possível de produtores nacionais para os ajudar neste momento dificil, assim como à redução do consumo de sal, gorduras e açúcar.

Envie este conteúdo a outra pessoa