Sabe todos os segredos sobre a nutrição durante a gravidez? O Guia Mamãs Sem Dúvidas dá uma ajuda! 227

Durante o período de gestação, é crucial manter uma alimentação saudável, uma vez que o estado nutricional de uma futura mãe terá também implicações na saúde do bebé que se está a desenvolver. Desde alimentos que constituem um potencial risco para o bebé aos componentes chave para um estilo de vida mais saudável, o Guia de Gravidez e Primeira Infância do Bebé, lançado pela Mamãs Sem Dúvidas, responde a estas dúvidas e muitas mais.

“É muito importante que as grávidas mantenham um estilo de vida adequado, otimizando a saúde materna e, consequentemente, reduzindo o risco de deficiências à nascença ou problemas de saúde crónicos na criança”, afirma Andreia Santos, nutricionista responsável pelo artigo “Alimentação na Gravidez”, presente no Guia.

Como tal, Andreia Santos deixa algumas dicas sobre como ter uma alimentação o mais equilibrada possível:

• Consuma alimentos variados e em quantidades apropriadas: a energia extra necessária ao longo da gravidez depende de alguns fatores, como o período de gestação, o nível de atividade física, a idade e o peso inicial. Como tal, devem ingerir-se alimentos ricos em fibra, como fruta e produtos hortícolas, e privilegiar o consumo de carnes magras, pequenas quantidades de alimentos ricos em gordura e/ou açúcar e promover a ingestão de produtos lácteos (cálcio);
• Não tenha medo da suplementação vitamínica e mineral: desde que seja tomada consoante as doses adequadas e atempadamente, a toma de suplementos deve ser considerada para determinados casos e certos nutrientes, devendo ser ajustada caso a caso;
• Elimine as substâncias potencialmente perigosas da sua dieta: álcool, tabaco e drogas devem ser eliminados por completo da sua vida, uma vez que poderão trazer graves consequências para a saúde do bebé.
• Tenha cuidado com o peso: é normal ver os quilos a aumentar durante a gravidez, mas não descure a importância de um aumento de peso adequado. A obesidade materna pode dar origem a dificuldade no parto e complicações durante a gravidez, como diabetes gestacional, pré-eclampsia e prematuridade.

“Existem ainda outras preocupações desnecessárias relativamente aos alimentos que podem ou não ser consumidos que por vezes assolam as futuras mamãs. Embora seja verdade que alguns alimentos constituem um potencial risco para o bebé, a realidade é que a grande maioria é segura, sendo apenas necessário adotar alguns cuidados”, garante a nutricionista.

Andreia Santos revela ainda alguns cuidados que as grávidas devem ter caso não sejam imunes à toxoplasmose, como prevenir infeções por listeriose e desfaz ainda o mito à volta do café.

O Guia de Gravidez e Primeira Infância do Bebé está disponível online de forma completamente gratuita e o seu download pode ser feito no site Mamãs Sem Dúvidas, aqui.

Envie este conteúdo a outra pessoa