Petição pede alargamento do acesso gratuito a dispositivos de PSCI a maiores de 18 0 308

O Grupo DiabéT1cos está a organizar uma petição pública “Diabetes – Alargamento do acesso gratuito a dispositivos de PSCI (bombas de insulina) para maiores de 18 anos”, que conta com o apoio Público da Associação Protectora dos Diabéticos de Portugal (APDP) e já reuniu 3.500 assinaturas.

A petição, lançada em dezembro de 2018, tem como objetivo final solicitar à Assembleia da República que se avance com legislação tendo em vista o alargamento da comparticipação de bombas de insulina para todos os diabéticos que sejam aconselhados pelas equipas médicas e que estejam aptos a utilizar o dispositivo. Recorda-se que em Portugal o atual esquema de comparticipação de bombas de insulina apenas compreende crianças e jovens até aos 18 anos

Como o Grupo informa em comunicado, também se solicita pedir a comparticipação de diferentes marcas de bombas de insulina de modo a permitir um melhor ajuste do dispositivo médico ao paciente.

Sobre o apoio da APDP, o Grupo nota que «sempre apoiou todas as iniciativas que visem a promoção da igualdade de acesso a melhores cuidados de saúde, nomeadamente às novas tecnologias, com vista à melhoria da qualidade de vida e de bem-estar das pessoas com diabetes».

O grupo DiabéT1cos (http://www.diabet1cos.pt) é um grupo de apoio a pessoas com diabetes a organizado a partir do Facebook, e usa a petição para defender que o alargamento da comparticipação de bombas de insulina deve ser uma aposta, com carácter prioritário, para a melhoria da qualidade de vida dos doentes com diabetes. Recordam ainda que «a atribuição de uma bomba de insulina a uma pessoa com diabetes tipo 1 é um ganho não só no presente – com o doente a poder gerir melhor e com mais qualidade a doença -, mas também no futuro, uma vez que uma boa gestão da diabetes é chave essencial para a diminuição dos riscos de problemas futuros».

A petição pode ser lida na íntegra aqui.

Envie este conteúdo a outra pessoa