Lilly dá vida à 1ª sessão do ciclo de webinares KOL Interchange Meetings com um olhar sobre a artrite reumatoide 76

Lisboa, 13 de setembro de 2021 – No próximo dia 21 de setembro, entre as 20h30 e as 21h15, a Lilly dá vida à primeira sessão de ciclo de webinares “KOL Interchange Meeting”, com um olhar detalhado sobre a artrite reumatoide. Esta iniciativa decorre numa dinâmica de análise e comentários entre três especialistas nacionais tendo por base os conteúdos pré-gravados da palestra internacional do Prof. Peter Taylor, professor de Ciências Musculoesqueléticas do Centro de Pesquisa Botnar, na Universidade de Oxford.

A primeira sessão conta com a moderação do Dr. Augusto Faustino, reumatologista no Instituto Português de Reumatologia e na clínica de Reumatologia em Lisboa, bem como com os comentários do Prof. João Eurico da Fonseca, reumatologista na clínica Universitária de Reumatologia e Professor Catedrático na FML, e do Dr. Luís Cunha Miranda, reumatologista, cocoordenador da consulta de terapêuticas biológicas do Instituto Português de Reumatologia e cocoordenador do Hospital de Dia do Instituto Português de Reumatologia.

Com o intuito de explorar os temas de destaque a nível internacional, com um olhar de especialistas nacionais, serão debatidos temas como os objetivos terapêuticos ou o perfil de eficácia e segurança de baricitinib. Segundo Luís Laranjeira, medical da Lilly, “este ciclo de webinars vai permitir o maior envolvimento entre KOL´s nacionais no âmbito da reumatologia. Através de um debate construtivo e com o foco na artrite reumatoide será possível acrescentar informação científica que suportará a experiência clínica”.

O KOL Interchange Meetings contará com três edições sobre reumatologia com diferentes speakers, moderadores e comentadores tanto nacionais como internacionais. Deste modo, o objetivo principal é desenvolver um olhar detalhado sobre a artrite reumatoide, com uma dinâmica de interatividade com a audiência, para enriquecimento da temática.

Sobre artrite reumatoide: a Artrite reumatoide é uma doença autoimune caracterizada por inflamação e destruição progressiva das articulações.1,2 Mais de 23 milhões de pessoas em todo o mundo sofrem de AR.3 As mulheres sofrem três vezes mais do que os homens que sofrem desta patologia. O tratamento atual da AR inclui o uso de anti-inflamatórios não esteroides, fármacos antirreumatismais modificadores de doença orais, como metotrexato, e modificadores biológicos injetáveis que visam mediadores específicos implicados na patogénese da AR.4

Sobre a Lilly: a Lilly é uma empresa líder nos cuidados de saúde a nível mundial que associa os cuidados à inovação para criar medicamentos que melhorem a vida das pessoas em todo o mundo. A empresa foi fundada há mais de um século por um homem empenhado em criar medicamentos de alta qualidade, que fossem ao encontro das necessidades reais e, hoje em dia, continuamos fiéis a essa missão com o trabalho que desenvolvemos. Em todo o mundo, os colaboradores da Lilly trabalham para descobrir e proporcionar medicamentos capazes de mudar a vida de quantos deles necessitam, para melhorar o conhecimento e o tratamento das doenças e para contribuir para a comunidade através de ações de filantropia e voluntariado. Para saber mais sobre a Lilly, visite lilly.com, lilly.pt e lilly.com/newsroom.

1. Klareskog L, Catrina AI, Paget S. Lancet. 2009;373:659-672.
2. Clínicas de Mão, Avanços no Tratamento Médico da Artrite Reumatoide, http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC3135413/pdf/nihms305780.pdf. Acessado em 23 de abril de 2018.
3. Relatório Global de Carga de Doenças da OMS, (tabela 7, página 32) 2004, http://www.who.int/healthinfo/global_burden_disease/GBD_report_2004update_full.pdf.
4. Hunter TM, et al. Rheumatol Int. 2017;37:1551-1557.

Envie este conteúdo a outra pessoa