Empresa reforça o papel da prevenção enquanto fator crítico de sucesso para uma vida mais longa e saudável 191

Para reforçar o papel da prevenção enquanto estratégia de proteção efetiva da meningite meningocócica, a GSK – GlaxoSmithKline apresenta o documentário “Prevenir a Meningite – Por uma vida inteira pela frente” (disponível em https://youtu.be/xey4IHQhtxg) que conta com a participação de seis especialistas médicos, uma mãe de uma criança sobrevivente de meningite e Lenine Cunha, atleta paralímpico e sobrevivente de meningite, entre outros testemunhos.

“Continua a existir algum desconhecimento sobre a real gravidade e severidade da meningite meningocócica enquanto doença que pode ser fatal em poucas horas. Este documentário procura sensibilizar pais, educadores e responsáveis por crianças e adolescentes sobre a importância da prevenção desta doença. O objetivo é termos uma população mais informada, sensibilizada e consciente da importância da vacinação ao longo da vida, não apenas na infância”, menciona o Dr. Eduardo de Gomensoro, Diretor Médico de Vacinas da GSK Portugal.

Anualmente, em Portugal, são registados casos de doença meningocócica em todas as faixas etárias, incluindo crianças em idade escolar e adolescentes.1 “É importante lembrar que a meningite meningocócica não escolhe idades e, enquanto empresa ativa no setor da saúde, temos o papel de fornecer à população informação precisa e clara sobre a melhor estratégia de prevenção”, reforça o Dr. Eduardo de Gomensoro.

Para dar resposta às necessidades existentes na área da vacinação, a GSK investe na colaboração e sinergias com vários atores, sendo que mais de 90% das vacinas em pipeline estão a ser desenvolvidas em conjunto com administrações públicas, prestadores de cuidados de saúde, entidades reguladoras, instituições académicas, organizações não governamentais, fabricantes de vacinas e outros parceiros-chave, com o objetivo de dar resposta aos desafios mundiais de saúde pública, como é atualmente o caso da COVID-19.2

“Vivemos tempos extraordinários e, mais do que nunca, a GSK sente a responsabilidade de sensibilizar para a importância da vacinação. Este esforço exige e implica sinergias e consensos, através da colaboração com diferentes entidades, que acreditamos ser a única forma de alcançarmos resultados sustentáveis e duradouros a longo prazo”, conclui Roxana Precu, diretora-geral da GSK Portugal.

A GSK conta com um portfólio vasto de vacinas inovadoras que protegem as populações ao longo das várias etapas da vida. A GSK disponibiliza, diariamente, mais de dois milhões de doses de vacinas, em mais de 160 países.

Referências:
1. Simões MJ. Doença Meningocócica Invasiva em Portugal: vigilância epidemiológica (2003 a 2018). INSA, 2019. Disponível em: http://repositorio.insa.pt/bitstream/10400.18/6423/1/DIM%20em%20Pt_atualizado.pdf
2. GSK Website. Vacinas. Disponível aqui
3. Meningitis Research Foundation. After effects. Disponível aqui
4. MacLennan J, Kadatos G, Neal K, et al; United Kingdom Meningococcal Carriage Group. Social Behaviour and meningococcal carriage in British Teenagers. Emerg Infect Dis. 2006; 12(6):950-957
5. Centers for Disease Control and Prevention. Meningococcal Disease: About the Disease – Diagnosis, Treatment, and Complications. Disponível aqui
6. Comissão de vacinas SIP-SPP. Recomendações sobre vacinas extra Programa Nacional de Vacinação (PNV). Setembro 2020.

Envie este conteúdo a outra pessoa