DGS lança campanha para incentivar consumo de fruta, hortícolas, leguminosas e água 0 572

A Direção-Geral da Saúde (DGS) lança, esta quarta-feira, uma campanha para incentivar o aumento do consumo de fruta, hortícolas, leguminosas e água, de modo a enriquecer a dieta de forma progressiva.

Esta campanha, a nível nacional, que vai durar cerca de três semanas, tem como slogan “Comer melhor, uma receita para a vida”. Na primeira semana vai-se focar no consumo de água, na segunda semana o de leguminosas e na terceira e última semana o consumo de fruta e hortícolas.

Pretende-se com esta campanha incentivar os portugueses a modificar “passo a passo” a sua dieta, de modo a diversificar a alimentação, com base na evidência científica.

“Sabemos que não é de um dia para o outro que se alteram hábitos alimentares. E não é só acrescentar estes alimentos. Naturalmente, os hábitos alimentares vão mudando e haverá um ajuste no consumo de outros alimentos”, indicou a diretora-geral da Saúde, Graça Freitas, em declarações à Lusa.

A diretora do Programa Nacional para a Promoção da Alimentação Saudável (PNPAS), Maria João Gregório, também em declarações à Lusa, recordou que “mais de metade dos portugueses não atinge o consumo recomendado de frutas e hortícolas e, quanto às leguminosas, só se consome um quarto das doses recomendadas, e o consumo de água está a ser cada vez mais substituído pelo consumo de outras bebidas de têm açúcar”.

“O objetivo é sensibilizar para a importância de fazer um reforço destes alimentos na nossa alimentação e ter estratégias que permitam motivar os portugueses a introduzir estas mudanças e dar também competência e capacitar para que consigam atingir aquilo que são os valores recomendados”, explicou Maria João Gregório.

Segundo o relatório de 2019 do PNPAS, os hábitos alimentares inadequados são um dos principais determinantes da perda de anos de vida saudável pelos portugueses. O baixo consumo de cereais integrais, fruta e frutos oleaginosos são os principais fatores que contribuem para a perda desses mesmos anos de vida saudável.

Envie este conteúdo a outra pessoa