Criada Rede de Emergência Alimentar para fazer face ao Covid-19 158

O Banco Alimentar anunciou a criação da Rede de Emergência Alimentar sob o lema “A Ajuda Não Pode Parar”, para fazer face à pandemia de covid-19.

Para a organização “a ajuda não pode parar junto das pessoas mais vulneráveis que, em resultado e no respeito absoluto do Estado de Emergência e das medidas decretadas para conter a propagação da pandemia, ficaram, entretanto, privadas da assistência alimentar que normalmente recebem”, indica o comunicado divulgado.

Esta Rede vai contar com o apoio da Entrajuda, em articulação com a Bolsa do Voluntariado.

Vai funcionar mediante inscrição das necessidades dos beneficiários numa plataforma informática, e pode ser feita pelos próprios, familiares ou amigos.

Os bens serão encaminhados para um ponto de entrega, que pode ser uma instituição de solidariedade social ou um local disponibilizado pela autarquia, próximo da residência, de modo a acautelar as regras de segurança.

A organização garantiu que os voluntários envolvidos no transporte das refeições confecionadas ou dos produtos para os pontos de entrega ou residências estarão “devidamente protegidos”.

Envie este conteúdo a outra pessoa