Como escolher o cirurgião plástico ideal 223

A decisão de fazer uma cirurgia plástica ou uma intervenção estética pode já estar tomada, mas escolher o cirurgião plástico para a fazer é ainda mais importante para que todo o processo decorra da melhor forma e o resultado seja o desejado. Mas qual a melhor forma de escolher um cirurgião plástico?

Como explica Luiz Toledo, cirurgião plástico, “em primeiro lugar é preciso confirmar se o médico em questão possui especialização em Cirurgia Plástica e Reconstrutiva em Portugal. Esta qualificação requer um diploma médico de uma Universidade, anos de treino em cirurgia geral e mais outros tantos em cirurgia plástica e reconstrutiva. Uma vez que estes anos de treino tenham sido concluídos, há um exame minucioso e exigente que tem que ser feito para que o profissional seja certificado pelo Conselho ou Ordem. Se o cirurgião for de outro país, deve-se também verificar se tem Certificado de Cirurgião Plástico Especialista no seu novo país de residência, o que significa que está em conformidade com os regulamentos e qualificações locais”.

Além dessas certificações, existem outros fatores que podem ajudar a confirmar se é a escolha certa: se o médico for autor e editor de livros científicos, de artigos técnicos, se é orador em congressos da área ou em quantas sociedades de cirurgia plástica é membro, revelam o respeito e reconhecimento entre os seus pares, o que também aumenta a sua credibilidade e a segurança para o seu paciente.

Outro momento importante para uma decisão consciente acontece no momento da primeira consulta: as suas perguntas e dúvidas foram esclarecidas de forma adequada? Desenvolveu uma relação de confiança com o médico durante a consulta? Revelou e viu respondidas as suas preocupações? Sentiu-se confortável para falar sobre as suas inseguranças?

Se a resposta a estas questões for positiva, se verificou as credenciais do médico e ficou satisfeito com a consulta inicial, então tem todas as condições para ficar satisfeito com o resultado final.

Envie este conteúdo a outra pessoa