Alternativa de alimentação saudável de massa com algas é apresentada em projeto 0 127

Estudar a integração de macroalgas marinhas portuguesas em massas é o objetivo de um projeto lançado em 2017 em parceria com 12 (IPC), a Universidade de Aveiro e a empresa ALGAPLUS.

Com objetivo principal da formulação de massas que possam contribuir para a diminuição de diabetes, obesidade e hipertensão na população, o estudo da incorporação de macroalgas em massas alimentícias para melhorar os benefícios nutricionais destas, pode conduzir à produção industrial de um produto alimentar alternativo.

O projeto HEPA – Healthier eating of pasta with algae ainda está em fase de investigação, que passa por testar e avaliar os benefícios para a saúde, avança um comunicado dS IP2SOCIETY. As avaliações estão a ser feitas através de análise do teor de nutrientes e da biodisponibilidade na massa elaborada com farinha de macroalgas e/ou extratos de macroalgas.

Esta investigação conta com o envolvimento da empresa AlgaPlus que integra o consórcio de um projeto PT2020, do Sistema de Incentivos à Investigação Científica e Desenvolvimento Tecnológico (SAICT), promovido pelo IPC, tendo em vista o aproveitamento de algas para a alimentação humana.

Envie este conteúdo a outra pessoa