Associação Protetora dos Diabéticos de Portugal quer criar ”Casa da Diabetes” 0 42

 

 

25 de outubro de 2018

A Associação Protetora dos Diabéticos de Portugal (APDP) pretende criar uma espécie de Alcoólicos Anónimos dirigida a pessoas com diabetes. Um dos objetivo é combater os resultados de um estudo desenvolvido pelo organismo, que conclui que 9 em cada 10 profissionais da área consideram que os cuidados de saúde em Portugal não estão devidamente organizados para responder às pessoas com diabetes.

 

A ideia passa pela criação de uma “Casa da Diabetes” onde os doentes e as suas famílias possam ter cuidados personalizados e ser acompanhados devidamente.

«As pessoas com diabetes vão ao médico e ao enfermeiro três ou quatro vezes por ano e todo o resto do tempo passam-no entregues à sua própria doença juntamente com a família», refere.

Por isso, esse apoio passa por «encontrar estruturas na comunidade que junte as pessoas», ou seja, “Casas da Diabetes”, como espaços de entreajuda.

«Essa experiência já foi feita em muitas outras doenças, como os Alcoólicos Anónimos ou situações de cancro. Essas doenças precisam do enquadramento na sociedade, que ultrapassa a dimensão estrita dos profissionais de saúde», acrescenta o presidente da Associação Protetora dos Diabéticos à rádio “TSF”.

José Manuel Boavida, que é também endocrinologista, explica porque é que esse apoio é importante: «Quando não compreendemos como é que cada pessoa reage emocionalmente à doença, como a família o acompanha, quais são as suas forças e fraquezas, não podemos resolver isto só com medicamentos».

Envie este conteúdo a outra pessoa