Associação Protectora dos Diabéticos de Portugal defende que devem ser criados mecanismos de apoio para as pessoas com diabetes 224

A Associação Protectora dos Diabéticos de Portugal (APDP) reforça que a sua Linha de Apoio à Diabetes (213 816 161) continua como uma frente ativa para dar apoio às pessoas com diabetes e prestar-lhes aconselhamento especializado. A associação apela à criação de mecanismos de apoio para as pessoas com diabetes devido ao aumento do número de casos de infeção por COVID-19.

Esta linha destina-se a todas as pessoas com diabetes que procurem assistência em situações de descompensação da doença e esclarecimento sobre os procedimentos a adotar em caso de infeção pelo novo coronavírus. “Inicialmente, o principal objetivo era evitar que as pessoas com diabetes tivessem de se deslocar para resolver o seu problema e que continuassem a ser informadas e acompanhadas. Neste momento, a linha ganha uma nova dimensão e surge também como uma rede para amparar todos os que se viram impossibilitados de ter as suas consultas.” afirma José Manuel Boavida, presidente da APDP.

A APDP alerta ainda para o facto de as pessoas com diabetes serem um dos grupos de risco em caso de infeção pelo novo coronavírus. “Em caso de contágio, as pessoas com diabetes estão mais suscetíveis a consequências graves ou até à morte”, reforça o presidente da APDP. Afinal, estima-se que 10 a 20 mil pessoas tenham ficado sem acesso a diagnóstico e intervenção precoces, um dos passos cruciais para evitar complicações e internamentos, durante o período de quarentena.

A associação frisa ainda a importância do papel da Sociedade Civil para ajudar a fazer uma avaliação correta das necessidades e medidas necessárias para a redução do impacto das doenças crónicas. Outro dos objetivos da linha de apoio prende-se com esta medida: “é mais uma ferramenta de uma frente ativa da APDP que está a trabalhar para criar um sistema que permita combater a deterioração dos direitos e das condições das pessoas em situações mais vulneráveis”, explica José Manuel Boavida.

O projeto da Linha de Apoio à Diabetes foi recentemente distinguido com uma menção honrosa atribuída pelo Prémio Manuel António da Mota, este ano sob o lema “Portugal vence a covid-19”, pelo seu papel no combate à crise epidémica e às suas consequências na área da saúde.

A linha de atendimento telefónico da APDP, destinada a todas as pessoas com diabetes, está disponível todos os dias, entre as 9h e as 17 horas, através do número 213 816 161.

Envie este conteúdo a outra pessoa