10º Mandato da ANEN – Aposta na integração e formação dos associados 276

Para este mandato de 2020, a ANEN pretende manter uma relação consistente em redor de todos os atuais e futuros associados representando-os ao mais alto nível, através de uma equipa nova e motivada, constituída pela Tiffany Freitas como Vogal de Comunicação, pela Ana Teresa Machado e Rita Graça como vogais de Relações Externas, pelo Rui Bento e Mariana Mota como secretários, pelo Humberto Fernandes como tesoureiro, pela Marta Maganinho e Patrícia Rodrigues como Vice-Presidentes, e finalmente pelo Rafael Costa Torres, assumindo a presidência da Direção.

Arrancamos este mandato com foco em alcançar uma maior e mais direta relação com todos os associados, auscultando as suas vontades e necessidades, através do desenvolvimento de uma relação mais ativa, consistente e séria entre os Associados. De forma a solidificar a posição e representatividade da ANEN demos continuidade ao trabalho desenvolvido no mandato transato, trabalhando na revisão estatutária da ANEN de forma a podermos integrar todos os estudantes das licenciaturas que habilitam o acesso à profissão de Nutricionista, isto é, poder-mos representar também os estudantes das licenciaturas em Dietética e Dietética e Nutrição. A par disto, a Direção da ANEN pretende levar a representação a nível nacional de todos os associados mais longe, alicerçando uma relação mais consistente junto de todos atuais e futuros parceiros institucionais da Associação, defendendo os princípios intrínsecos ao associativismo e intervenção na política educativa. Assim, pretendemos visar aquilo que são as questões de política educativa e de saúde, através do debate junto dos associados e das próprias instituições de direito, permitindo acompanhar de perto todas as licenciaturas em Ciências da Nutrição, bem como a evolução do próprio mercado de trabalho.

Para além de tudo isto, entendemos que a aposta na formação dos estudantes é uma questão fulcral, e que pode e deve ser abordada de forma mais inovadora e integradora de modo a proporcionar aos estudantes novas perspectivas, realidades e experiências, permitindo formar futuros profissionais mais informados e capacitados. Posto isto, considerando extremamente relevante o desenvolvimento de competências extracurriculares, nomeadamente a nível interpessoal e associativo, iremos apresentar no decorrer do mandato dois novos projetos, que irão ao encontro das lacunas existentes nestas áreas, através da aposta no desenvolvimento de soft-skills, e de capacidades que um estudante enquanto dirigente associativo deve dispor.

Apesar de estarmos cientes que a situação atípica que vivenciamos constitui um entrave à prossecução dos nossos objetivos, a Direção pretende reinventar-se diariamente de forma a oferecer a todos os nossos associados uma maior aproximação, ainda que por vezes à distância.

Pretendemos e trabalhamos de forma a que a ANEN evolua sem nunca perder o seu foco e objetivo principal de representação e defesa dos estudantes, trazendo uma maior proximidade e união entre si, fazendo com que todos se
vejam refletidos e representados por esta estrutura que trabalha em prol dos mesmos.

Assim sendo, e como futuros profissionais, a ANEN compromete-se a trabalhar com todos os esforços de forma a representar, defender, e contribuir para um futuro promissor, mais informado, consciente e íntegro de todos os associados.

Rafael Costa Torres
Presidente da Direção da Associação Nacional de Estudantes de Nutrição

Envie este conteúdo a outra pessoa