Notícias

Partidos querem “semáforos nutricionais” nas embalagens dos alimentos

 


07 de fevereiro de 2018

O Bloco de Esquerda e o PAN querem a presença de “semáforos nutricionais” nos rótulos dos alimentos. O Partido Ecologista Os Verdes concorda que deve haver um esclarecimento dos valores presentes nas embalagens, defendendo também a presença de um esquema complementar à informação nutricional, podendo ou não assumir o sistema de três cores.

Já o PCP quer que o Governo desenvolva uma campanha nacional de promoção e valorização da dieta mediterrânica, sobretudo junto dos refeitórios escolares. Os projetos de resolução dos quatro partidos vão ser discutidos na próxima sexta-feira na Assembleia da República, lê-se numa notícia avançada pelo “Público”.

Para além do semáforo nutricional, o PAN recomenda também a adoção de um "semáforo carcinogénico", para ajudar a identificar os alimentos que representem um risco acrescido de provocar doença oncológica. Para isso, recorre à classificação da International Agency for Research on Cancer (IARC), que define vários alimentos como carcinogénico, provavelmente carcinogénico ou possivelmente carcinogénico.

Acreditando na mais-valia do semáforo nutricional, o BE quer que o Governo «desencadeie, junto da indústria e das cadeias de distribuição, as ações necessárias para que a declaração nutricional obrigatória nos alimentos embalados» inclua este sistema. O Bloco propõe ainda que as grandes superfícies e as cadeias de distribuição disponibilizem aos seus clientes gratuitamente «cartões exemplificativos do sistema de semáforo nutricional».