Notícias

Segurança Alimentar: Mitos são alvo de estudo pela Universidade Católica do Porto

 

 

07 de agosto de 2018

A Escola Superior de Biotecnologia do Porto está a desenvolver um estudo sobre mitos alimentares em Portugal, no âmbito do projeto europeu “SafeconsumE”. A investigação pretende desmistificar algumas ideias pré-concebidas com base em pressupostos científicos, com vista a aumentar a segurança alimentar.

«Uma das tarefas é replicar em laboratório os comportamentos e práticas que observamos nos consumidores e tirarmos as devidas conclusões», explicou à agência “Lusa” uma das professoras responsáveis pela investigação, Paula Teixeira.

Em causa estão algumas ideias como «as cozinheiras terem sempre as mãos lavadas por estarem sempre a mexer em água» ou «um alimento cair ao chão e ser ingerido em menos de cinco segundos», que, de acordo com Paula Teixeira, são «completamente erradas».

Este estudo, que decorre até ao final deste mês, baseia-se nas respostas de um inquérito online sobre hábitos alimentares dos portugueses, realizado pelos dez investigadores da Universidade Católica do Porto.

Num prazo de dois ou três anos, pretende-se desenvolver uma plataforma online que «chegue mais facilmente ao consumidor e informe sobre as práticas de segurança alimentar».