Notícias

ON: Número de nutricionistas nas unidades hospitalares da região Centro é o mais baixo do país

 

 

18 de setembro de 2018

A região Centro tem o rácio mais baixo de nutricionistas nos cuidados hospitalares em Portugal, avança a bastonária da Ordem dos Nutricionistas ao Viver Saudável, na sequência de uma visita de três dias à região.

De acordo com Alexandra Bento, bastonária da Ordem dos Nutricionistas, apesar de número de profissionais nos cuidados de saúde primária estarem «áquem do desejado», revela que «o grande défice situa-se nos cuidados hospitalares».

De momento, o rácio de nutricionistas nos cuidados hospitalares na região Centro é de 1 nutricionista para 140 camas, número que não corresponde à proposta da Ordem, de 1 nutricionista para «50 a 70 camas, consoante a região».
 
«Um número ainda mais insuficiente que nas outras zonas do país leva a mais dificuldade de dar resposta. E é uma dificuldade ainda maior de os colegas se organizarem no seu trabalho hospitalar» explicou Alexandra Bento, frisando que «não podemos querer ter serviços de nutrição que sejam eficientes e que respondam a todas as áreas se não tivermos números de efetivos suficientes».

Facto que leva a bastonária a alertar para a «grande dificuldade por parte de os colegas a dar resposta às necessidades da população».

No que diz respeito aos cuidados de saúde primários, Alexandra Bento defende que «é preciso também um grande investimento», uma vez que o rácio desta região geográfica é de 1 nutricionista para 84.000 mil utentes, rácio que está longe da proposta da Ordem,  de 1 nutricionista para 20.000 utentes .

Esta visita está inserida no “Ciclo de Visitas da Bastonária da Ordem dos Nutricionistas”, que decorre até ao próximo mês de novembro, e que deverá passar por mais de 40 instituições de norte a sul do país.