Notícias

«É difícil identificar quais os alimentos e as embalagens que contém BPA»

 


 

12 de fevereiro de 2018

Foi descoberta a presença de bisfenol-A (BPA) nas amostras de urina de 86% dos 94 adolescentes selecionados para um estudo da Universidade de Exeter, no Reino Unido.

O BPA é um químico cancerígeno, utilizado no fabrico de vários tipos de plástico, associado ainda à redução da fertilidade, bem como a problemas cardíacos e à diabetes.

«A maior parte das pessoas está exposta a BPA diariamente», revelou Lorna Harries, coautora do estudo, acrescentando que se descobriu que «nos dias de hoje, com as leis de rotulagem atuais, é difícil evitar esta exposição ao alterarmos a nossa dieta». Isto porque «é difícil identificar quais os alimentos e as embalagens que contém BPA», remata.

Foi ainda detetado, durante o estudo, que os adolescentes envolvidos, mesmo quando tentaram manter uma dieta sem a presença de BPA durante uma semana, não manifestaram qualquer declínio quantificável nos níveis da substância presentes na urina.

Sabe-se ainda, de outros trabalhos de investigação, que o BPA consegue manter-se no corpo durante muito tempo.